Cooperado: (11) 3378-2800
Icone FacebookIcone Instagram

Veja algumas opções de alimentos saudáveis para curtir a Páscoa

Com a chegada da Semana Santa, muitos católicos já dão início às compras dos alimentos, que inclui a tradicional troca de carne vermelha e aves por peixes e ovos. Além dos cuidados com locais de venda e aparência dos alimentos, especialistas alertam sobre consumos em excesso e chocolates. A escolha dos alimentos e o modo de preparo também podem fazer toda a diferença para quem quer ficar com a saúde e a boa forma em dia.

De acordo com a nutricionista Nathália Sales, as ceias regadas a comidas gordurosas e com muito açúcar devem ser evitadas. Nathália afirma que é possível fazer um almoço de Páscoa com alimentos saudáveis.

— Evite sempre consumir os alimentos ricos em gorduras e com açúcares, como sobremesas à base de creme de leite e leite condensado, pois desencadeia uma resposta à insulina, que é um hormônio anabólico, e a gordura é armazenada no organismo— adverte a nutricionista.

As melhores escolhas para o almoço são as saladas, legumes e peixes magros. Uma dica é comemorar a Páscoa apenas no dia. Ou seja, se ganhar ovos de páscoa antecipadamente, guarde e consuma com moderação e até divida com a família. Também é recomendado o consumo de sucos naturais ou refrigerantes lights.

Ceia

Na escolha do peixe, a nutricionista explica que as melhores opções são os peixes brancos, como merluza, robalo e Saint Peter, por possuírem menos gorduras. O modo de preparo também é outro cuidado importante para quem quer manter a forma e a saúde.

— Evite o salmão pela quantidade de gorduras e o bacalhau pelo excesso de sal. Deve-se prestar atenção também no modo de preparo, sendo de preferência, os assados ou grelhados, pois os peixes fritos possuem alto teor calórico— esclarece.

Para temperar pratos e acompanhamentos, a substituição do sal e temperos industrializados por opções naturais, como limão, alho, cebola, manjericão, louro e cebolinha é uma dica essencial.

Nas sobremesas, Nathália recomenda a ingestão de doces de frutas, já que o chocolate será inevitável. Chocolates com maior teor de cacau (com menos açúcar) e tipo amargo (com menor quantidade de gordura saturada e trans) devem ser priorizados.

Fonte: Zero Hora