Cooperado: (11) 3378-2800
Icone FacebookIcone Instagram

Para que serve cada tipo de panela

Panelas de ferro:

Você já deve ter ouvido que as panelas de ferro devem ser usadas por pessoas que tem anemia, pois a panela desprende ferro durante o cozimento. Esta afirmação é correta, mas como tudo, é preciso cautela e doses adequadas. Nutricionistas recomendam que apenas uma refeição diária seja preparada neste tipo de panela, caso contrário, com doses elevadas de ferro, você poderá ter aumento de colesterol e também triglicerídeos.

A manutenção dessas panelas também requer cuidado: você precisa lavar bem, e principalmente manter a peça seca para não enferrujar. Para evitar isso, eu levo a panela ao fogo baixo após a lavagem, e deixo secar por completo, na chama do fogão.

Panelas de Ferro Fundido:

Queridinhas dos chefs, e de quem adora gastronomia e design, essas panelas, são de ferro fundido esmaltado, tanto na parte interior como no exterior. Elas possuem a mesma espessura no fundo, nas laterais e na tampa, e por conta disso proporcionam um cozimento uniforme, mantendo os nutrientes dos alimentos.

Por serem esmaltadas, elas são de fácil limpeza, muito duráveis e não fazem mal a saúde. O único ponto fraco dessas panelas é o alto custo. Para quem tem condições de comprar uma panela dessas, o investimento acaba compensando, por apresentar durabilidade muito superior a qualquer outro tipo. Sem fazer mal a saúde, de fácil conservação e com facilidades de uso, pois pode ser levada ao forno, ela também se destaca pelo design diferenciado, que faz com que ela saia do fogão/forno, direto para a mesa.

Panelas de Inox:

As panelas de aço inox, são encontradas em abundância no mercado, mas é preciso ficar atento a qualidade do material e também em diferenças como por exemplo a existência de fundo triplo ou não. As mais pesadas, possuem o fundo composto por camadas de aço inox recheadas por uma camada de alumínio. Por serem assim, proporcionam um cozimento mais uniforme aos alimentos. Um cuidado importante, é que demoram para aquecer, mas mantém o calor por mais tempo.

As panelas mais finas, não oferecem as mesmas vantagens das de fundo triplo, além de não serem tão duráveis.

Um cuidado importante, é o de lavar muito bem as panelas antes do primeiro uso, retirando dessa forma, algum resíduo de níquel que possa estar presente. Também é preciso ter cuidado ao usar produtos de limpeza para que as panelas fiquem brilhosas. Nem preciso mencionar que são produtos químicos e fazem mal à saúde.

Panelas de Alumínio:

Todo mundo já ouviu falar que essas panelas apesar de baratas, não são muito indicadas para uso não é? O problema, é que ninguém leva muito a sério, e claro, nem todos possuem condições de investir em produtos de qualidade.

Mas é importante demais saber que as panelas de alumínio liberam esse elemento químico para os alimentos. O alumínio em excesso pode levar a anemia, e segundo algumas teorias pode também levar ao Mal Alzheimer.

Uma dica válida, é que ao limpar a panela, ao invés de esfregar para que fique brilhando, deve-se fazer a limpeza normalmente, mas sem retirar a camada escura que se forma com o uso, isso na verdade seria uma forma de proteção.

Panelas de Vidro:

Essas panelas são pouco usadas, mas não possuem nenhuma contra-indicação. Elas são bonitas, tem bom preço e são extremamente interessantes por permitirem a total visualização do alimento durante o cozimento.

Além disso, como as panelas esmaltadas, são as únicas que permitem armazenar o alimento após o cozimento.

Panelas de Barro:

Assim como as panelas de vidro e esmaltadas, não oferecem riscos a saúde caso sejam seguidos alguns cuidados:

– conferir a procedência, pois caso não sejam de qualidade, podem conter chumbo e níquel que são prejudiciais a saúde;

– por ser material poroso, não se deve usar material abrasivo, nem produtos químicos como detergentes para a limpeza;

Elas são ideais para o preparo de peixes, molhos, carnes e conferem a esses alimentos, um sabor bastante agradável.

Outra característica interessante é que retêm o calor por tempo prolongado, mantendo os alimentos aquecidos por mais tempo.

São duráveis, e o preço é bem acessível! Fique atento apenas a qualidade do produto.

Panelas de Pedra Sabão:

Panelas bonitas, com custo razoável, e que propiciam alguns benefícios à saúde como por exemplo: ferro, cálcio e manganês.

É importante verificar as instruções de preparo da panela e seguir corretamente todos os passos.

Assim como a panela de barro também retém o calor.

Panelas Antiaderentes:

Atualmente são as mais comuns nos lares brasileiros. Com preço razoável e um apelo enorme de facilidade de limpeza são as queridinhas das donas de casa.

Elas realmente são boas, mas como as demais, precisam de alguns cuidados. Tanto na hora da limpeza, como durante o uso, é muito importante que sejam usados materiais sem abrasivos, como esponjas de aço, facas, e colheres que podem riscar o fundo. Caso a camada antiaderente seja rompida, a panela deve ser trocada, pois a camada de alumínio estará totalmente exposta.

É ideal para cozimentos rápidos, em que o fundamental é que o alimento não grude no fundo da panela. Se precisar mexer, o ideal é que sejam usadas colheres de plástico.